sábado, 17 de novembro de 2012

''Largar''

Vou contar-vos uma pequena história que eu adoro e que ouvi num acampamento este verão,
Cá vai:

''Era uma vez uma menina que desejava muito ter umas pérolas.
E ela pediu umas à sua mãe, mas a mãe não tendo o dinheiro para lhas comprar disse-lhe que em cada semana, se ela fizesse tarefas da casa , ela lhe iria dar uns dinheiros para a menina ir juntando.
Dito isto, a menina fazia as tarefas da casa e mãe dava-lhe uns trocos que a menina ia sempre juntando, até que conseguiu juntar uma determinada quantia e comprou umas pérolas. Eram falsas, mas isso não interessava à menina, porque o que ela queria eram as pérolas.
A menina foi crescendo e dava muito valor a essas pérolas, usava-as sempre e era muito apegada a elas.
Certo dia o pai da menina entrou no quarto dela e perguntou-lhe:
-Tu gostas de mim?
-Claro pai, que pergunta essa!- respondeu ela.
-Então dá-me as tuas pérolas- pediu-lhe ele;
-Pai, tens de entender, eu gosto muito de ti, mas eu também gosto muito destas pérolas, eu não tas posso dar, eu trabalhei para as obter.
O pai, sem dizer uma palavra, saiu do quarto.
Passado algum tempo, o pai volta a ir ao quarto da menina e pergunta-lhe:
-Filha, tu gostas de mim?
-Pai, outra vez com essa conversa? claro que gosto muito de ti!
-Então dá-me as tuas pérolas
-Pai, por favor, tens de entender, eu amo-te, mas eu não te posso dar as pérolas, elas têm um grande valor para mim!
Dito isto, o pai sem proferir uma palavra saiu cabisbaixo do quarto. Enquanto isso a menina pensava no que tinha acontecido, o porquê de o seu pai lhe ter vindo com essa conversa, ela amava-o muito e decidiu que se o pai lhe voltasse a pedir as pérolas, ela lhas daria, afinal as pérolas nem eram verdadeiras e o seu pai tinha mais valor para ela do que a jóia.
Assim, passado mais algum tempo o pai volta a entrar no quarto da menina e ela sem o deixar falar diz-lhe, entregando-lhe a jóia:
-Pai, eu amo-te e quero que tu fiques com a minhas pérolas.
O pai guarda a jóia da menina no bolso, e do outro bolso tira um colar de pérolas verdadeiro e diz-lhe:
-Se me tivesses dado as pérolas falsas logo no inicio, já terias as verdadeiras há muito mais tempo.''

Podemos retirar desta história uma lição: por vezes parece-nos a nós que temos uma coisa muito valiosa, uma coisa com muito valor na nossa vida, pode ser uma pessoa, um objecto sei lá, e não queremos abdicar disso, parece-nos ser impossível de largar, parece que temos medo de largar as coisas porque pensamos que daí nada virá de bom, mas pelo contrário, ao pormos Deus em primeiro lugar, tudo virá de bom, e será o melhor para nós.

Mas temos de pensar no que realmente tem valor na nossa vida, porque o nosso Pai celestial tem uma coisa linda preparada para nós em todos os aspectos da nossa vida, seja a nível amoroso, a nível escolar, a nível familiar ou até a nível material.
Temos de estar prontos a abdicar de tudo por Deus, porque temos a certeza que a vontade dEle é a melhor para nós e grandes coisas virão de lá.

Quanto mais cedo percebermos que Deus deve estar em primeiro lugar na nossa vida, durante mais tempo podemos aproveitar a alegria que provém do amor de Jesus, juntamente com a sua paz.


''E Jesus olhando para ele, o amou e lhe disse: Falta-te uma coisa: vai, vende tudo quanto tens, e dá-os aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, toma a cruz e segue-me'' Marcos 10:21


''Assim, pois, qualquer de nós, que não renuncia a tudo o que tem, não pode ser meu discípulo''

 Lucas 14 :33




Temos de estar dispostos a largar tudo e perceber que daí grandes felicidades virão, porque vale a pena esperar por aquilo que Deus tem preparado para nossa vida!